Fessin inicia tratamento fisioterápico com magnetoterapia

Ainda no Hospital São Luiz, onde foi operado, meia-atacante do sub-20 inicia processo para acelerar recuperação e consolidação da fratura na tíbia

11/01/2019 11h15 Agência Corinthians

A- | A+
 

Nesta sexta-feira (11), o meia-atacante Fessin deu início à primeira parte do tratamento da fratura na tíbia, sofrida na última terça (08), em duelo do Corinthians com o Ituano, pela primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Dr. Ivan Grava conduziu o processo fisioterápico de magnetoterapia, que acelera a recuperação e consolidação da fratura.

Como ainda não recebeu alta, o tratamento foi feito no Hospital São Luiz, no Morumbi, onde o atleta foi operado na manhã de quarta-feira (09), com o aparelho do Instituto Joaquim Grava. Ele fará este procedimento por 15 dias, uma vez ao dia.