Boselli: “Meu início foi positivo, pelos gols e porque estou me sentindo bem em campo”

Boselli: “Meu início foi positivo, pelos gols e porque estou me sentindo bem em campo”

Atacante do Timão falou com a imprensa no CT Dr. Joaquim Grava

31/01/2020 14h59 Agência Corinthians

A- | A+


Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Na tarde desta sexta-feira (31), o Timão iniciou a preparação para o clássico do próximo domingo, contra o Santos, na Arena Corinthians. Antes do início do treino, o atacante concedeu entrevista coletiva.

O argentino falou sobre o momento do clube na temporada e afirmou que, apesar de pouco tempo de preparação, é preciso manter o foco nos próximos jogos, que serão importantíssimos: “Temos que saber conviver com isso, jogamos uma das partidas mais importantes do ano com seis partidas de início de ano, é pouco tempo de trabalho, mas não é desculpa. Temos que pensar primeiro no clássico, é importante ganhar em casa, depois tem esse jogo, metade de uma série, temos que seguir vivos para ir à fase de grupos da Libertadores. Não há desculpas, temos que pensar no melhor que podemos fazer. Mata-mata, temos que ganhar para passar", disse.

Até aqui, o camisa 17 já balançou as redes em quatro oportunidades em 2020, o deixando entre os artilheiros do Estadual. Questionado sobre o assunto, Boselli afirmou que a ideia é buscar evoluir sempre: “Aos poucos vamos pegando o estilo do Tiago, temos que melhorar muito, temos que chegar ao nível que queremos. Para um atacante é importante, tem de estar com concentração alta para ser efetivo nas situações que o Corinthians tem", completou.

Uma das principais competições do ano, a Libertadores da América, se inicia na próxima semana para o Corinthians, e o argentino, que já atuou nela por outros times, falou sobre a competição: "Temos objetivo de entrar na fase de grupos, temos que passar do Guaraní, temos que ter em mente esse jogo, deixar o pouco tempo de trabalho de lado, pensar no estilo dentro e fora de casa, e sem margem de erro. Temos que ganhar para passar. Está muito claro", afimou.

Para concluir, o centroavente do Alvinegro comentou sobre seus companheiros de ataque, ressaltando a importância deles para seu bom desempenho: “Meu início foi positivo, pelos gols e porque estou me sentindo bem em campo. Ataques rápidos que me ajudam no funcionamento da equipe, estamos pensando em jogar um futebol que facilite para quem está à frente, e esses jogadores de lado são importantes, como Janderson, Everaldo, Madson, Ramiro que está machucado e esperamos que volte rápido. Esperamos fazer as coisas bem e entender bem a ideia do treinador, manter um padrão e não importa o nome dentro do campo", concluiu.


Tags: Futebol, Notícias

Categoria(s): Futebol