Mais de mil doadores na 1ª etapa emergencial da Sangue Corinthiano na Arena
Presidente do Timão, Andrés Sanchez marcou presença no evento realizado na Arena Corinthians

Responsabilidade Social - 17/02/2018

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Neste sábado (17), a Arena Corinthians foi palco da edição emergencial da campanha Sangue Corinthiano com as presenças do presidente Andrés Sanchez, a vice-presidente Edna Murad, o diretor de Marketing Luis Paulo Rosenberg e o ex-jogador Basílio. Mais de mil doadores compareceram e contribuíram com o evento, que tem o intuito de minimizar a queda nas doações de até 60% em função da vacinação contra febre amarela.

No domingo (18), o estádio alvinegro continuará recebendo doadores. Ainda restam vagas abertas a quem deseja participar. Os interessados deverão se cadastrar no site www.corinthians.doandosangue.com.br. Além disso, quem marcar presença na doação ganhará um desconto de 50% no Tour da Arena Corinthians e de 5% na Mega Loja do estádio do Timão.

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, também marcou presença na edição emergencial da campanha alvinegra. Para o mandatário alvinegro, as doações da Sangue Corinthiano serão um ganho aos hospitais de São Paulo.

“O corinthiano já tá acostumado uma vez ou duas por ano a fazer a campanha. Essa aqui foi uma excepcionalidade. A Secretaria de Saúde que pediu com urgência, pois muitos hospitais estão necessitados de doações de sangue por causa da vacina contra a febre amarela. Então, a gente em uma emergência fez mais uma edição e vamos conseguir mais de duas mil bolsas, que já é um grande ganho para os hospitais”, falou.

Idealizador da campanha, Milton Oliveira engrandeceu o fato de a Sangue Corinthiano ser reconhecida como uma válvula de escape para os hemocentros de São Paulo. Para ele, tal fato deve ser visto como um orgulho para a Fiel Torcida.

“A Arena Corinthians virou o ponto principal de encontro de doadores de sangue aqui em São Paulo. Dessa vez a gente inverteu um pouco a ordem. Como os hemocentros estão com os estoques baixos por conta da campanha de vacinação contra a febre amarela, eles vieram até o Corinthians, até a Sangue Corinthiano pedindo uma edição de emergência, para que a gente conseguisse elevar os níveis dos estoques dos hemocentros, que estão bem baixos. Então, como a campanha completa 10 anos, é até um presente para gente hoje viver essa moeda ser invertida. Hoje, a gente é chamado para socorrer os hemocentros. E isso eu acho que é algo para todo corinthiano se orgulhar”, disse.

Confira tudo o que rolou nas lentes da Corinthians TV:



PATROCINADORES


© 2018 Sport Club Corinthians Paulista