[x] Fechar

Notícias > Especiais

Corinthians conquista duas taças em um mesmo ano pela sétima vez na história

09h28 22/07/2013 - Especiais Agência Corinthians
© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Em 2009, o zagueiro Willian levantou a taça duas vezes: no Paulistão e na Copa do Brasil
Em 2009, o zagueiro Willian levantou a taça duas vezes: no Paulistão e na Copa do Brasil
Em maio, Alessandro levantou a 27ª taça do Campeonato Paulista do Corinthians. Na última quarta-feira (17), foi a vez de Danilo erguer o troféu da Recopa Sul-Americana e ajudar o clube a repetir pela sétima vez um grande feito: duas conquistas em um mesmo ano. A primeira ocorreu em 1954 e se repetiu em 1995, 1999, 2002, 2009, 2012 e 2013. E pela primeira vez na história, o fato ocorreu em dois anos consecutivos.
 
No inesquecível ano de 1954, o esquadrão de Luizinho, Cláudio, Idário, entre outros, proporcionou um verdadeiro espetáculo. O Timão já era conhecido como o campeão do Centenário, pelo Paulistão conquistado no ano do I Centenário da Independência do Brasil, em 1922, e justificou a alcunha ao vencer o título do IV Centenário da fundação de São Paulo. De quebra, veio ainda o bicampeonato do Rio-São Paulo em cima do Palmeiras.
 
O feito só voltaria a ser repetido depois de 41 anos, na década de 90. Pelo Paulistão de 1995, com Marcelinho Carioca, Ronaldo e cia, o Timão fez duas partidas históricas contra o rival Palmeiras no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Na primeira, empate em 1 a 1. Na segunda, vitória por 2 a 1, já na prorrogação, com gol de Elivélton. Na Copa do Brasil, o Alvinegro venceu o Grêmio nos dois jogos, e o Pé de Anjo foi decisivo, marcando um gol em cada duelo. Já em 1999, um dos melhores times da história do clube alcançou a glória com as taças do Paulistão e do Brasileirão, contra Palmeiras e Atlético-MG, respectivamente.
 
Com dois times que priorizavam a posse, o toque de bola e tinham verdadeiros ídolos como Dida, Vampeta e Ronaldo Fenômeno, o Corinthians levantou os troféus do Rio-São Paulo e da Copa do Brasil, em 2002, o Paulistão e outra Copa do Brasil, em 2009.
 
© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Na temporada passada, Alessandro foi o capitão alvinegro na final do Mundial de Clubes da FIFA e pode erguer o troféu do Bicampeonato Mundial do Time do Povo; Clique na imagem para ver mais fotos
 
Nos últimos dois anos, como fruto de todo o trabalho e pela filosofia de jogo imposta pelo técnico Tite, o Timão deu continuidade à sequência que começou com o Brasileirão de 2011. Após uma campanha histórica e invicta, a América se pintou de preto e branco. O Corinthians era campeão da Libertadores pela primeira vez, em cima do Boca Juniors, da Argentina. Classificado para o Mundial de Clubes, o Time do Parque São Jorge não decepcionou a Fiel que invadiu o Japão. Bateu o Al Ahly, do Egito, por 1 a 0, com gol de Guerrero. Na final, o peruano balançou as redes novamente contra o Chelsea, da Inglaterra, e colocou o Alvinegro no topo do mundo.
 
Em 2013, a Fiel vibrou com as conquistas do Paulistão e da inédita Recopa Sul-Americana. Mas a esperança da torcida é de que o Timão não pare por aí e alcance um feito inédito para o clube. O Corinthians nunca ganhou três títulos em um mesmo ano. O Brasileirão e a Copa do Brasil estão aí para que a história seja reescrita.
 
© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Gol de Danilo na Vila Belmiro garantiu o empate em 1 a 1 e o 27º Paulistão da história corinthiana




Licenciados

Aba incentiva timão
Aba Peneiras